Notícias

Empresário Laerte Codonho acusa na Justiça membros da PGFN e PGE de atuarem indevidamente para tirar a marca do mercado

O empresário Laerte Codonho, dono da marca de refrigerantes Dolly, ingressou com duas ações judiciais contra procuradores da Fazenda Nacional e do Estado de São Paulo que usaram falsas informações para levá-lo à prisão e cobrar débitos tributários inexistentes. Nos processos, Codonho pede indenizações de R$ 2,1 milhões contra os membros da PGFN e da Procuradoria Geral do Estado (PGE) de São Paulo por agirem com “má-fé” e em desacordo com suas funções públicas.

As atuações dos oito procuradores estaduais e quatro federais processados levaram a Dolly à recuperação judicial e contribuíram com a indevida prisão de Codonho, em 10 de maio de 2018. “Usaram perante a justiça uma informação errada, de má-fé, para que minha prisão fosse decretada e a Dolly quebrasse”, diz o empresário, que ingressou com as ações (uma na Justiça Federal em Brasília e outra no judiciário paulista) no final de dezembro. “Eu estou com a verdade e sei que vou ganhar.”

Para instruir procedimentos judiciais e criminais contra Codonho, os procuradores sustentaram que uma empresa teria sido aberta no exterior por Codonho para ocultar movimentações patrimoniais. No entanto, a empresa Lumia Capital Industries LLC nunca pertenceu ao empresário. O erro, depois admitido pelas procuradorias, foi utilizado como justificativa para o bloqueio das contas da Dolly, o que levou à demissão de 850 trabalhadores.

Protocoladas no final de dezembro na Justiça Federal em Brasília e na justiça estadual, em São Paulo, as ações fazem parte de uma batalha que Codonho vem travando contra cobrança tributária bilionária que diz indevida. “Eu tenho créditos a receber, na verdade”. Nas ações, Codonho também reúne indícios de que os procuradores tenham agido em favor de concorrentes multinacionais (Ambev e Coca-Cola) interessados em prejudicar a Dolly.

13 de dezembro de 2018

Dolly quer indenização de procuradores por má-fe em investigações

Empresário Laerte Codonho acusa na Justiça membros da PGFN e PGE de atuarem indevidamente para tirar a marca do mercado O empresário Laerte Codonho, dono da […]
11 de dezembro de 2018

TIRE FÉRIAS, MAS EVITE GOLPES E FRAUDES NAS COMPRAS PELA INTERNET

Pessoas mal-intencionadas ficam rondando a internet para roubar senhas e dados de quem está  comprando viagens, pacotes e passeios de férias  Todo final de ano se […]
6 de dezembro de 2018

LEILOEIROS GANANCIOSOS COBRAM DOS ARREMATANTES TAXAS INDEVIDAS ALÉM DOS 5% PREVISTO EM LEI

                É recorrente recebermos reclamações de assinantes e leitores os quais após o arremate via leilão online e até no leilão presencial na hora de pagar […]
30 de novembro de 2018

Lorem Ipsum

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Nam tellus arcu, malesuada sit amet nunc vitae, efficitur euismod justo. Nam ut consequat est. Aliquam erat volutpat. […]
30 de novembro de 2018

Teste de notícias

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Phasellus euismod mi justo. Duis porta congue ex, vel fringilla metus lobortis et. Donec nisl est, rhoncus at […]